Semeando ódios

Por várias vezes tive chineses a perguntar, ao ver a minha barba, se era muçulmano. Não conseguiram esconder o ar de alívio ao saber que não era o caso. O atentado na Nova Zelândia voltou a trazer à tona da água esta desconfiança e preconceito que, tal como acontece com a comunidade cigana em Portugal, dificulta a integração da comunidade islâmica.

Xinjiang, a nova fronteira (I)

É impossível não pensar no meu herói uigur que lia romances em inglês. Ele que finalmente teve direito a um passaporte, saiu da China, provavelmente para nunca regressar.