China adia demolição de mesquita depois de manifestações

Milhares de pessoas saíram às ruas na semana passada para impedir a demolição daquele templo religioso. A ordem dada pelas autoridades chinesas é vista como uma tentativa de  restringir a liberdade religiosa dos muçulmanos.