30 ANOS REVISTA MACAU: CHINA EM CONSTRUÇÃO

Luciana Leitão

china em construção_imagemIntitulada China em Construção, nascia em 1980 a versão em português de uma revista chinesa, de índole generalista, publicada em Pequim. Tratava-se então da única publicação na língua de Camões a circular no gigante asiático.
A revista, considerada um órgão de propaganda do Estado chinês, era publicada em seis idiomas além do português — inglês, francês, espanhol, árabe, alemão e chinês. A edição em língua inglesa visava captar o mercado norte-americano.
Num artigo assinado por João Barroso e publicado em Maio de 1988 na revista MACAU, o responsável editorial pela secção portuguesa de China em Construção dizia tratar-se de “um marco significativo”, uma vez que “a China viera de estabelecer relações diplomáticas com Portugal e tinha-as já com o Brasil, Moçambique”. Segundo Huang Huixian, havia muitos leitores pedindo uma edição nesta língua “que desse a conhecer a China e a vida dos chineses, a sua cultura e transformações que estavam a ter lugar dentro do país”.
Chegados a 1988, China em Construção era então a “única revista a publicar-se em português na China”, ainda que não tivesse sido a primeira. Esse lugar coube a Beijing Informação, que nasceu em 1978, mas apenas durou um ano. Tratava-se de um título de índole mais política, que já não cabia nas políticas de reforma e abertura, empreendidas pelo então líder da República Popular da China, Deng Xiaoping. Aliás, Huang Huixian recordava que, na génese de Beijing Informação, estavam pedidos de elementos em Portugal do Partido Comunista.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Revista MACAU, Série I, n.º11 – Maio, 1988

[Este texto faz parte de uma série do Extramuros em que se recuperam alguns dos momentos que marcaram as três décadas da revista MACAU, uma das mais antigas publicações em língua portuguesa ainda em circulação]

Outros posts:

A história da “Tia Chencha” (Abril 1988)
A Agência Lusa abria uma delegação em Macau
(Fevereiro/Março 1988)
Do trote ao galope (Novembro, 1987)
Território preparava central de incineração dos resíduos sólidos (Setembro/Outubro, 1987)
A lorcha regressa ao mar (Julho, 1987)
Rupert Murdoch, Stanley Ho, RTP/RTC e TVB interessados na TDM (Junho, 1987)
Relembrar Miguel Torga (Junho, 1987)

9 thoughts on “30 ANOS REVISTA MACAU: CHINA EM CONSTRUÇÃO

  1. António Graça de Abreu diz:

    Adélia Goulart e António Graça de Abreu viveram e trabalharam nestes anos (de 1975 a 1981) nas Edições de Pequim, cerzindo exactamente o Beijing Informação e a China em Construção, ante do labor de qualidade do João Barroso, nosso seguinte camarada..

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s