Por que razão é Portugal o país onde as uvas têm dentes?

"Pu Tao Ya" ou "Pou Tou Nga", é o nome oficial de Portugal, em chinês mandarim e em cantonense, respectivamente. Literalmente, os uvas-dentes. Mas porquê? Hoje, o chinês moderno conta entre as raras línguas que empregam ainda os logogramas. Cada logograma tem vários, até muitos significados. Para os chineses, os caracteres que compõem o nome de Portugal são escolhidos por razões fonéticas, ou seja, não têm um significado especial.

Série caracteres: 小 (PEQUENO)

大 dà (“grande”) e 小 xiǎo (“pequeno”) formam, em termos semânticos, um par inseparável. Os dois, às vezes com a ajuda do carácter 中 zhōng (para indicar uma condição ou um tamanho intermédios), usam-se para distinguir objectos ou situações basicamente da mesma natureza mas que se distinguem entre si pela dimensão ou o nível.

Uma cidade chamada A-Má

Macau vive uma existência surreal. Numa superfície limitada, as vidas de Macau tecem-se de forma multidimensional. É esta reflexão que desperta a inspiração da escritora para o romance. Para melhor se inteirar do ambiente do casino, Yan entrou diversas vezes nas salas VIP, observou o comportamento dos intermediários, as regras praticadas no sector.

O canto do remorso perpétuo

Chang Hen Ge é um poema narrativo baseado na história de amor entre um dos mais importantes imperadores da dinastia Tang, o já sexagenário imperador Xuanzong (que reinou entre 712 e 756, durante 43 anos) e a sua jovem concubina, cujo nome de nascimento era Yang Yuhuan, mas que ficou conhecida para a posteridade como Yang Guifei.