Reflexão sobre a influência cultural árabe e persa na China

Quando tento aprender novas línguas, apercebo-me de duas coisas. Ao fazê-lo na companhia de nativos, estes ficam frequentemente muito orgulhosos do seu idioma. Tão orgulhosos que isso às vezes acaba por me incomodar. Mas a verdade é que também dou conta que é justamente esse orgulho que forma a base da sua motivação para me ensinar a língua que falam com tanto entusiasmo.

Os novos “chineses”

“Não”. Com uma palavra apenas a minha esposa deixou bem clara a opinião dela sobre uma controversa afirmação minha: em breve a China terá de abrir as portas à imigração. Isto porque a população vai começar a encolher de forma “imparável” a partir de 2029, após atingir um pico de 1,44 mil milhões, confirma um relatório divulgado no início de Janeiro.